segunda-feira, março 19, 2012

Aos Pais, Feliz Dia!

Neste dia, parabéns a todos os pais pelo imenso carinho, amor e ternura que dão aos seus filhos.
Aos pais que já não estão entre nós, a nossa recordação e profunda saudade, expressa em poesia.

Hoje dia se S. José
é também o dia do pai;
o meu pensamento com fé,
direitinho a ti vai.

Lembro com muita saudade
especialmente neste dia;
por não ter a felicidade
de ter o meu em companhia.

Eu nunca irei esquecer
o meu querido pai:
enquanto eu viver
seu nome de mim não sai.

Uma prece final
nestas linhas vou deixar;
- que nosso Deus imortal,
o tenha em bom lugar.



Excerto de: Á Memória de meu Pai
Viagens em Poesia de António Pinto Lopes – Polícia Beirão

1 comentário:

Anónimo disse...

Gostei do poema do António Pinto Lopes. Aqui, deixo um meu inédito sobre o mesmo tema:

De beata vita (da tranquilidade da vida)

Meu pai partiu…
Era um homem bom,
Entrou no Céu a sorrir.
Hei-de também finar-me,
Não sei quando e como,
Na boa ou na má fama,
Que interessa,
Se sentir tranquila a consciência.
Quero partir também a sorrir.
Os meus filhos
Hão-de vencer o futuro.
A lei universal triunfa sempre.
Na voragem do tempo,
Tudo se consome,
Mesmo o sol,
E, pálida, a lua
Não brilha, de madrugada,
Cor de ouro,
Como, ontem, ao anoitecer.
RR