sexta-feira, julho 01, 2011

Ainda há São João no Sobral!

 Acender a pinha não foi fácil por causa do vento.
 Arranja-se um caldeiro...
A fogueira é feita dentro dele como medida de precaução...
 Defumadouro completo... mas cheirava muito bem a rosmaninho e marcela!
 A Mina parecia o D. Sebastião vindo do meio da "bruma"... fumaça!
 Atiça a fogueira que é preciso mais chama!
E vai um brinde, à vossa e à nossa!
E viva o São João, que permitiu um alegre convívio entre toda vizinhança. Que para o ano haja mais!

15 comentários:

Anónimo disse...

BOA!
Recordei a minha infância e só pelo cheiro já valeu a pena...

ferruki disse...

Gostei de ver!!!!

Anónimo disse...

Quem é o presidente da Junta ?!

Anónimo disse...

Constou-me que era o Dr. Jorge Silva ...

Anónimo disse...

As festas de S. João enquadram-se na celebração do solstício de Verão. São festas de juventude, de afastamento dos maus espíritos e, sobretudo, de culto da abundância porque se aproximam as colheitas. Que a terra produza! Os animais se multipliquem e as mulheres sejam fecundas. Eu lanço mais um desiderato dado o contexto financeiro do país. Que haja cada vez um maior empreendorismo por parte dos mais capazes, mais trabalho por para todos e obviamente mais produção para o país sair da crise em que se encontra e todos nós portugueses sentirmos orgulho e não vergonha entre as nações.

Anónimo disse...

Já agora,ao sobralense,que percebe pouco de pinhas o que na minha geração era raro. Aquela acendeu com facilidade porque era uma pinha nova cheia de resina. O vento por vezes não ajuda e outras causa desgraça. para ser criativo não basta ser culto, também é preciso ser atento.

Mina disse...

Bem-hajas Mariita pela partilha e pela companhia na animação do nosso cantinho. Recordamos e cantamos o São João.
São João pra ver as moças
fez uma fonte de prata
ai as moças não vão à fonte
ai são João todo se mata.
Contam que São João era malandro e que quando as moças iam à fonte, ao ver as pernas delas dizia, eu sei que sou Santo mas às vezes custa-me tanto!!!!!!!!!
.

Mariita disse...

Confesso que não percebi o comentário da pinha... o fumo não foi só na nossa rua... nas outras, onde havia fogueira estava igual... tão depressa incendiava, como logo a segui "modorrava"...

Pois cantamos mesmo o São João e fiz um videozito, mas estou assim para o indeciso na colocação... deve ser do fumo que apanhei!

famel disse...

A pergunta que se faz é se havia guieira na serra?

Mariita disse...

Havia sim, Famel

Mariita disse...

Voltando aos cantares de São João que a Mina refere, quem quiser recordar as quadras que se cantavam em cada rua, numa saudável competição de saber quem tinha melhor voz e aguentava mais tempo a cantoria... pode clicar no SOL NA EIRA e ver também as fotos da sardinhada, da Associação de Solidariedade.

Anónimo disse...

Confesso que também não percebi "aquilo" sobre a pinha. Não sei onde quer chegar o "inteligente" de tal comentário!.

Anónimo disse...

Para que não cheguem a algum lado menos próprio. Não há segundos sentidos na pinha, apenas a informação que a pinha acedeu bem porque era uma pinha nova resinosa.

Anónimo disse...

Percebe-se que na noite de S. João havia guieira na serra do Açor, o que significa um Verão fresco para os campistas e mau para os banhistas.

Mariita disse...

E assim se concretizou o que dizia último anónimo...
Parece que os bons banho na praia só chegaram no Outono!