quarta-feira, novembro 08, 2006

Caso Chicken Charles


O Tribunal da Covilhã começou, esta quarta-feira, a julgar uma queixa-crime por difamação, calúnia e injúria movida pelo presidente da câmara local, Carlos Pinto, contra o alegado autor de um blogue na Internet.

Indiciado pelo Ministério Público como autor do blog "Chicken Charles - o anti-herói", em http://covilhas.blogspot.com, está David Duarte, de 29 anos, desenhador e residente na vila da Boidobra, junto à cidade, e que nega ser o autor do blogue.

Na sessão, o autarca declarou que os artigos publicados são a maior ofensa de que foi alvo em 20 anos de vida pública. «Quem não se sente, não é filho de boa gente» referiu o edil, ao justificar a acção judicial que moveu.
O site contém dezenas de artigos, publicados entre Maio de 2004 e Fevereiro de 2006, apresentados como as confissões de uma personagem designada de "Chicken Charles", o galo "que é Dono do Galinheiro da Quinta da Covilhã" e que "controla todas as galinhas".
Segundo a acusação, o correio electrónico do blogue chickencharles@iol.pt foi criado a partir do endereço IP do computador da casa de David Duarte, o que levou a que fosse indiciado pelo Ministério Público. A queixa-crime considera que os artigos representam um elevado "grau de ofensa na honra, prestígio e confiança" do presidente da câmara.

Carlos Pinto alega ter sido sujeito a situações de "vexação", sendo "motivo de todas as conversas, chacotas e cochichos", por causa do blogue.

No processo, Carlos Pinto pede uma indemnização "não inferior" a vinte mil euros e justifica o valor pedido por causa dos artigos "difamatórios sobre a vida privada e política" exibidos no blogue.

O edil diz ser acusado da "utilização de dinheiros e obras públicas para fins particulares", nomeadamente nos artigos intitulados "O casamento da minha franguinha" e "Os meus Amores".
Para Carlos Pinto, "a sistematização dos textos" revela "um objectivo preciso" de humilhação do seu nome "e não apenas uma brincadeira". Por outro lado, defende, a informação utilizada sugere que foram utilizadas fontes locais.

"Hoje há a tentativa de criar novos inquisidores, que na base do anonimato cobarde atribuem factos não provados a pessoas com funções públicas", referiu.

O autarca diz que o conteúdo do blogue lhe provocou problemas de saúde, mesmo ao nível físico.
As quatro testemunhas de acusação hoje ouvidas, disseram testemunhar o incómodo causado pelo blogue ao autarca e adiantaram acreditar que os artigos partissem de fonte ou fontes próximas da vida do município.

Apenas Luís Barreiros, vereador da Câmara da Covilhã, disse conhecer o réu, com quem já tinha reunido a propósito de trabalhos gráficos que aquele fez para a autarquia.

Joaquim Matias, também vereador na Câmara da Covilhã, disse não acreditar "que os artigos sejam obra de um só cérebro", acrescentando que "o nome do arguido só ultimamente veio à baila".

A defesa do alegado autor

No processo, a defesa alega que qualquer pessoa podia ter feito esses acessos, porque a ligação era partilhada e o réu "estava ausente da Covilhã na data em que foi criado o referido endereço.

A ligação à Internet em causa era partilhada por "amigos e familiares" que frequentavam a mesma casa e também com a casa de um primo, num andar inferior do mesmo edifício, sustenta.

Por outro lado, os registos são textos de ficção, cuja linguagem se centra num estilo contrário da utopia, a "distopia", lugar imaginário onde tudo é negativo.

A defesa refere ainda que o arguido não tinha motivos para criar o blog, pois "não tem qualquer conflito político ou pessoal" com Carlos Pinto, nem com a "qualidade que este detém enquanto presidente da Câmara da Covilhã".

Entre as testemunhas hoje ouvidas, o pai do réu encerrou a sessão e confirmou a tese da defesa, segundo a qual qualquer outra pessoa podia ter tido acesso à Internet através da ligação na casa em que o réu vive com os pais e um irmão.

Segundo referiu, aquela ligação é partilhada entre amigos e familiares que frequentavam a habitação e também por dois sobrinhos que vivem num andar inferior do mesmo edifício. "Para além dos filhos e dos sobrinhos, ainda há os amigos", disse.

O blogue em causa continua disponível e, segundo o contador disposto na página, já foi visto mais de 18 mil vezes.

A segunda sessão do julgamento está marcada para dia 21 de Novembro às 09:30.

(in Kaminhos)

12 comentários:

Karraça disse...

Ninguém comenta!?!?!?!?!?

Baixinho disse...

épa não se pode dizer mal dum santo do Sobral se não podemos ficar com as ruas cheias de boracos.

Chicken Charles disse...

Ai de quem grunha!!!Deito fogo ao capoeiro!

Hugo Silva disse...

so posso comentar que o texto é tao grande que desisti de ler.. LOLOLOLOLOLOL

Silveira disse...

Estes comentários são mm caricatos!!! Aparecem sp em alturas próprias, pq será??!!! E ainda ameaçam... que raio de atitudes!!! Enfim!!!! Pq ñ comentaram o post anterior???!!! (Excepto o Hugo, claro!)...

Charles Chicken disse...

Silveira vaite confessar e não mexas na caca porque jà não cheirava mal

Merendero disse...

fascismo is back!A ver se não chega ao blog do sobral...
e os contributors bloguistas deste blog, népias?

cartucho disse...

olha uma ave de rapina!!!!!!

Anónimo disse...

O próximo és tu Asno! este gajo vai-t querer silenciar.
Um abraço

Asno disse...

Eu é que processo o C.P.
Se toda a gente é processada por tudo e por nada, eu exijo ser tratado de forma igual!! Também quero um processo!!!Eu exijo um processo!!

ZoRRoZ disse...

Tu és defensavel Asno estas protegido por mim, mas atenção tens que ire à missa todos os domingos e fazer uma boa acção todos os 2 dias e publicar artigos todos os dias.

Promessa do povo não é como a promessa do politico vé là o que vais fazer.

Carvalho do meio disse...

O ti manel com esses 20000 euros comprava uma Long e era menos um kenedy,estamos no tempo do meu bisavo.