domingo, maio 21, 2006

Curiosidades na Idade Média (parte I)

Naquele tempo, a maioria das pessoas casavam-se no mês de Junho (início do verão), porque, como tomavam o primeiro banho do ano em Maio, em Junho, o cheiro ainda estava mais ou menos... Entretanto, como já começavam a exalar alguns "odores", as noivas tinham o costume de carregar bouquets de flores junto ao corpo, para disfarçar. Daí temos em Maio o "mês das noivas" e a origem do bouquet.

Os banhos eram tomados numa única tina, enorme, cheia de água quente. O chefe da família tinha o privilégio do primeiro banho na água limpa. Depois, sem trocar a água (reparem que lindo!), vinham os outros homens da casa, por ordem de idade, as mulheres, também por idade e, por fim, as crianças. Os bebés eram os últimos a tomar banho, portanto! Quando chegava a vez deles, a água da tina já estava tão suja que era possível perder um bebe lá dentro. É por isso que existe a expressão em inglês "don't throw the baby out with the bath water", ou seja, literalmente "não deite fora o bebé juntamente com a água do banho", que hoje usamos para os mais apressadinhos...

11 comentários:

Sacristoa disse...

Lol tens de me revelar as tuas fontes bibliográficas...ta mt giro o "artigo"!

famel disse...

uma menina k andou 4 anos a ouvir os historiadores da moda tinha k revelar alguma coisa...

PTJeTRG disse...

Parabens Sobral, pela primeira vez vim ao vosso Blog, e acho que está fenomenal!

txoutxita disse...

Não é só na Idade média não, ainda hoje passei por alguns bem txeirosos...

nuno marques disse...

concordo plenamente com a txouxita, ainda hoje se vê muito disso, e eu k o diga. Quantas e quantas vezes eu vou muito bem descansadinho a conduzir, afinal e o meu trabalho, e entram pessoas que para alem de há muito não verem um bom banho, tenho sempre o azar de justamente essas pessoas terem que comprar bilhete muitas das vezes mesmo estando um frio de rachar eu vejo-me obrigado a abrir a janela e praticamente por a cabeça de fora para poder respirar ar puro

famel disse...

pobre nuno...

senisga disse...

Nom m'admira k agora se notem os blerotos, mas noutro tempo,tcherava tudo ó mesmo.Eu nom digo a nha idade mas procurainde ós vossos pais... se nom fosse o poço das navalhas,o poço da foz e algumas presas k havia por esses barrocos... k'aira onde se tiravam as côdeas...isto de verão pq no inverno a augua era mt fria...lavava-se pouco mai do k o k andava á mostra.

nuno marques disse...

"JE ME REGARDE À LÀ RASQUE" como diria o teu grande amigo susy, ainda te lembras dele? isto é uma desgraça, ainda as pessoas da capital falam das do campo, tomara muito gente, é que aqueles que não vêem um bom banho a muito tempo, para disfarçarem a coisa aplicam daqueles perfumes dos marroquinos os dos chineses "o pacholi", que é uma praga quase pior que o cheiro a catinga.

Anónimo disse...

I like it! Keep up the good work. Thanks for sharing this wonderful site with us.
»

Anónimo disse...

Your website has a useful information for beginners like me.
»

Anónimo disse...

Very nice site! » » »