terça-feira, maio 30, 2006

Poesia do dia por Bocage:

JÁ DIZIA O GRANDE POETA MANUEL MARIA BARBOSA DU BOCAGE, QUANDO, UM DIA, AO ENTRAR, ENGANADO, NO QUARTO DUM HOTEL ONDE ESTAVA HOSPEDADO, VIU UMAS FUFAS... E SAÍRAM-LHE IMEDIATAMENTE OS SEGUINTES VERSOS:


"MENINAS QUE SOIS TÃO BOAS,
PORQUE ESTAIS A FAZER ISSO?
PORQUE COMEIS PÃO COM PÃO,
SE É TÃO BOM PÃO COM CHOURIÇO? "

10 comentários:

ass. ilga disse...

óh, óh... bem azado...nem sei q te diga!!! qq dia acusam este blog de xenofobia... e até mm de descriminação sexual e axo q ñ é verdade... de qq forma: como é ke o bocage sabia q o pão c/ chouriço é bom, tb pode ser invertido o "poema" ao poeta...vira-se o feitiço...

Benji disse...

Parabéns a esse grande poeta do Povo!
lol

Ele lá sabia! E nós concordamos!

IB

Bem Azado disse...

Meu deus!!!"xenofobia"!! Que raio é isso?

carla disse...

não conhecia este poema de Bocage (sou fã dos seus poemas, em grande parte devido à minha avó, que me transmitiu esse gosto)...se souberem mais podem partilhá-los aqui no blog?...

lennonportugal disse...

A forma como o Bocage domina a redondilha maior nesta quadra é extrordinária (ainda por cima de forma espontânea)... se bem que o Pessoa fá-lo de uma forma bastante mais profunda. Mas aqui fica um dos mais belos sonetos do Bocage (desta vez recorrendo aos decassílabos)

Ó retrato da Morte! Ó noite amiga.
Por cuja escuridão suspiro há tanto!
Calada testemunha de meu pranto,
De meus desgostos secretária antiga!

Pois manda Amor que a ti somente os diga,
Dá-lhes pio agasalho no teu manto;
Ouve-os, como costumas, ouve, enquanto
Dorme a cruel, que a delirar me obriga.

E vós, ó cortesãos da escuridade,
Fantasmas vagos, mochos piadores,
Inimigos, como eu, da claridade!

Em bandos acudi aos meus clamores;
Quero a vossa medonha sociedade,
Quero fartar meu coração de horrores.

Anónimo disse...

Great site loved it alot, will come back and visit again.
»

Anónimo disse...

Looks nice! Awesome content. Good job guys.
»

Anónimo disse...

tiro o cha

peg disse...

tiro o chapéu à "ilga" que de forma tão brilhante mostrou que para falar é preciso saber.

"como é ke o bocage sabia q o pão c/ chouriço é bom, tb pode ser invertido o "poema" ao poeta...vira-se o feitiço..."

...

no entanto acho super normal o comentário. saber que o fruto apetecido neste caso é msm proíbido, é de ter pena [seja em q sentido fôr].
lindo.

Anónimo disse...

Best regards from NY! Fitness gyms in walnut creek california fluoxetine faucet Tennessee home business insurance Commuter flight boston - new york Cheap levitra cheap tramadol watch me shine joanna pacitti