quarta-feira, setembro 13, 2006

Árvore Genealógica


Envio de uma pequena colaboração para o BlogTranscrevendo:"Cada um olha o passado à sua maneira. Uns com nostalgia, outros, com acerteza de que nele se encontra fonte de conhecimento e de meio de passagem detestemunho da herança cultural de um povo e na generalidade de toda aHumanidade. A Genealogia, ou a Ciência da História da Família, é hoje umaciência de grande valor para o estudo da História" . Milfontes.net.Sabendo do interesse de muitos sobralenses pelo conhecimento das suas origenscomo pertencente a uma comunidade em cuja cultura se insere e cujos valoresdeseja transmitir aos vindouros (nesta cada vez maior aldeia global precisamosde nos inserir num grupo social para não ficarmos diluídos na massa anónimados cidadãos), informo da publicação da obra Raízes da Beira, do arq.Eduardo Osório. Nela se insere a origem dos Pintos do Sobral a partir de cerca1450 até 1800, obra à qual prestei variada colaboração, principalmente nosdados desta família que transitaram de Lagares da Beira para o concelho daCovilhã, nomeadamente, o Sobral.A talhe de foice publicito a página que abri na Internet sobre váriasfamílias sobralenses que abrange, por razões de metodologia, o período1600-1850:http://gw.geneanet.org/index.php3?b=gabriel8ou http://gw.geneanet.org/gabriel8Com os votos de saúde e bem-estarG Santos

Por Gabriel Santos

14 comentários:

Sobralfilho disse...

Sê bem-vindo. Revela-nos + “segredos” genealógicos de famílias do Sobral (limpos da poeira dos arquivos e refrescados pelo teu saber). É vantajoso ter aqui um colaborador assíduo do
Portal/forúm http://genealogia.netopia.pt/forum/Força Gabriel.

Sobralfilho disse...

Leia-se:
http://genealogia.netopia.pt/forum/

Força Gabriel

famel disse...

Bem vindo ao blog...contamos c + contributos!

Asno disse...

Sobralfilho, não me quer enviar o endereço electrónico, precisava de falar consigo.
asno.casegas@gmail.com

chenouca`s disse...

Asno, pareces da "cosa nostra", de vez em quando apareces a "fazer uma convocação extraordinária", mas parece-me uma boa escolha... Força!!! Quanto ao site parece-me uma ferramenta fantástica é pena não conseguir descobrir mt à cerca dos meus antecedentes... devo ser de sangue "azul"...eh!Eh!...

VIRGILIO NEVES disse...

Gilberto Santos,muitos parabéns pela tua lembrança de publicar a árvore genealógica. Verdadeiramente espantoso: já sabia q m/ avó materna (Maria da Conceição Pinto) tinha falecido 1 mês antes de eu nascer, em 17 de Abril de 1956,mas graça ao teu post vi agora que a m/ avozinha faria amanhã (20/9) 116 anos e tb sabia q m/ avô Francisco Domingos (seu marido) tinha falecido c/ 51 anos em Setembro de 1938 e agora fiquei a saber q foi
dia 12. Admirável... O Prof. Gabriel dos Santos já me tinha facultado há 8 anos a arvore da familia Pinto,mas agora melhorou.
Obrigado Gilberto.Como é bom sabermos as n/ origens.

virgilio neves disse...

Chenoca's não desanimes-prima. O teu avô (ti Zé Hermínio) dizia que era meio irmão da m/ mãe porque mamaram nos peitos da mesma "ama de leite", e a rir (mas sério) dizia que "roubava" o leite todo á m/ mãe. Como vês é muito simples chegar lá. Dou-te uma ajudinha.
Tenta saber pela tua certidão de nascimento o nome dos teus 4 avós e diz cá p/ o primo, porque além disso teu avô era também primo de meu pai... é muito curioso como as famílias se "cruzavam".
..

becas disse...

Eu sou descendente do padre da aldeia

Gabriel Santos disse...

Uma correcção a ser feita. Não tenho nada contra os Gilbertos que andam por este santo mundo mas de minha graça foi-me posto o nome de Gabriel.
O trabalho sobre as famílias sobralenses não abrange os tempos mais modernos, porque a lei protege a publicação de dados com menos de 100 anos. Julgo que é uma data suficientemente próxima para com certidão de nascimento dos avós lá chegar.
O que é certo é que no Sobral todos são parentes, como ambiente fechado que era entre as serras.
Para mais dados os interessados podem entrar em contacto comigo.

Asno disse...

Peço desculpa Gabriel, foi uma gafe minha, vai ser corrigido.

chenouca`s disse...

Virgilio, vou rectificar: eu encontrar encontrei mas ñ o que queria pq o meu avô tinha pais (claro) mas como morrerram mt cedo, ainda o meu avô e a minha tia-avó eram mt pequenos, não tinham conhecimento da origem - q supostamente ñ era do Sobral (presumo), é claro q depois há os lados dos restantes avós mas isso já é outra conversa... qt aos "desabafos" do meu avô isso já é outra conversa,quem ñ se lembra: "o pêdo (peido) que aquela senhora deu ñ foi ela, fui eu", enfim as "nossas" personagens!!!

Anónimo disse...

Olá,

Gostariamos de convidá-lo(a) para conhecer nosso site http://www.familiaridade.com.br, que é uma ferramenta para criação de árvores genealógicas.

Você pode criar sua árvore, e perceberá como é fácil o seu uso para cadastrar novas pessoas, e também para divulgar para seus parentes e amigos.

Atenciosamente,

A Equipe Familiaridade
http://www.familiaridade.com.br

Sobralfilho disse...

Após reflexão, decisão e ressaca aqui estou. Não aceitei. Há aqui muito boa gente com um saber mais mociço e mais rico que o meu. Fico grato a quem me deu o calor da palavra.
E ouso propor para contributor o nosso amigo Gabriel dos Santos (o primeiro e mais estudioso no que concerne ao Sobral. Desde muito novo consultou os velhos alfarrábios da Torre do Tombo, B. Nacional e Arquivos Paroquiais. Este homem sabe muitos segredos. Agarrem-no.

VIRGILIO NEVES disse...

É pena Sobralfilho que tenhas decidido pelo não. Espero que aceites no próx. convite. continua a dar as tuas "achegas" porque as anteriores foram ÓPTIMAS.. ABRAÇOS.