quinta-feira, dezembro 21, 2006

Tradições de Natal 1 – Filhós/ Filhozes

Tem-se falado por aqui de filhós e de facto esta é uma tradição Sobralense. Incluí nas tradições de Natal, mas na verdade as filhozes no Sobral são típicas em qualquer altura. Seja Natal, Páscoa, Sta Bárbara ou outra festa, as filhozes vão à mesa
No Sobral, só conheço um tipo de filhós, que eu gosto e são para mim as verdadeiras. São arredondadas e moldadas com a habilidade dos dedos, embora haja quem diga, por graça, que o molde são os joelhos. São as que postarei em baixo nas fotos.
Mas por toda a Beira se fazem filhós, umas mais tipo farturas, outras muito fininhas recortadas no meio, outras com abóbora, , outras polvilhadas com açúcar e canela...

Fica a receita das nossas filhós, para quem quiser experimentar.

Ingredientes:

- 1 kg de farinha de trigo
- 250 g de açúcar
- 14 ovos
- 1 chávena de café com azeite
- 1 cálice de aguardente
- 25-30 g de fermento de padeiro


Preparação:

Juntar o açúcar aos ovos e bater muito bem. Juntar o azeite, o fermento (dissolvido com um pouquinho de água morna) e a farinha, batendo sempre. Depois de mto bem amassado/batido, junta-se a massa toda em forma de bola ( e fazendo-se o sinal da cruz recitar “Nosso Senhor te acrescente como a Graça de Deus por esse Mundo Além”) e deixar a levedar em ambiente quentinho, para não “amonarem”.
Depois da massa levedada, por uma frigideira com óleo ao lume e ir fritando e tirando à medida que estão lourinhas (para mim é a pior parte).

5 comentários:

famel disse...

Já comia umas quentinhas...

virgílio neves disse...

...que ricas loiras! até fazem crescer água na boca.

Sobralfilho disse...

Ai que lindas filhoses!... Quem mas cá dera... E depois um golinho de aguardente de mel feita no meu alambique (que no meu imaginário de infância) situado na Rua do Fundo do Lugar, lado a lado com alambique dos ti-Romões; a parede para o lado da Rua tinha uma grande barriga. Não caiu por ser barrigudo: foi roubado pela Câmara, pois não pagou um tostão.

moka disse...

Estão lindas!!! como eu gosto e “adoro”!!!
Então prova-las com uma bela cervejinha, como eu me regalo, é simplesmente demais. Mas se tiverem um suave veio em massa por cozer, então é a loucura total.

Bom apetite!!

Serranita disse...

Moka, tal como eu, se estiverem mal fritas e aparecerem pedacinhos de massa "fresca" é como gosto mais!