segunda-feira, outubro 27, 2008

Pequenas mudanças II

Terminaram as obras de requalificação da Travessa do Adro na passada semana e mais uma vez a Célia Silva fez questão de nos enviar as fotos para vermos em primeira mão os resultados

Também esta travessa necessitava de uns arranjos. A travessa ficou com uma "alma nova"

Mais uma vez as escadas direitinhas

Xisto nas paredes e xisto no pavimento...uma combinação realmente muito bonita

Agradecemos à Célia o envio da fotos, está aqui uma grande colaboradora! Devemos todos agradecer-lhe e quem sabe não será a próxima a entrar para a equipa do Blogue.

23 comentários:

Anónimo disse...

na foto estão boas (no local depois se vé)

Anónimo disse...

na foto estão boas (no local depois se vé)

Anónimo disse...

na foto estao lindas (no local depois se vé)

Anónimo disse...

Pelo menos tão bem melhores do quetavam. Gosto muito do xisto no chão.

sobralfilho disse...

É isso,Famel
A Célia Silva está a caminho de ser uma excelente fotojornalista.
Tem o meu voto para integrar a equipa do blogue.
(Está sempre sobre o acontecimento)

Rui Peixeiro disse...

Nunca tinha ido ao Sobral até este verão, e muito por culpa deste blog que há muito acompanho.

Se por um lado gostei do que vi, por outro achei que o Sobral merecia muito mais... Esta talvez seja a única aldeia do conselho que está mais perto de se poder tornar numa referência, como mais uma "Aldeia de xisto" ou uma "Aldeia tipica", ...

Mais obras, repavimentações, casas que foram "renovadas" precisavam voltar ao seu aspecto original (exteriormente), ... A Câmara devia investir mais.

Continuem a divulgar essa bela localidade, que eu prometo lá voltar em breve e com mais tempo para lá passear.

Eusébio N. Marques disse...

Fico contente por saber, que o Sobral vai recebendo melhoramentos que bem precisa,parabens á Junta de freguesia.
Fico á espera de poder comentar os melhoramentos na rua do Barreiro.
Eusébio N. Marques

Manjedoura disse...

Totalmente de acordo Rui Peixeiro, há anos que defendo que o Piódão ao pé do Sobral é uma borra...

A diferença é que o Sobral não cheira a plástico e o Piódão sim.

No sobral há actividade no Piódão não

O Piódão teve e tem um Almeida Santos, o Sobral não

No Sobral faz-se queijo corno, no Piódão não

No Sobral fazem-se aguardentes e licores, no Piodão compram-se na Barriosa

No Sobral vêem-se chibitas na rua e nos montes, no Piódão há casinhas em miniatura para vender aos turistas e quelhas vazias

No Piódão há uma Pousada da Juventude, no Sobral há casinhas tipicas para alugar

No sobral há o Jinjas, o ferrolho e um velhote para conversar e beber um "Xiripiti" ou um "tintol", no Piódão há vendilhões a puxar-nos na manga do casaco para que lhes compremos uma casita de pedra ou uma garrafita de Hidromel feito na Barriosa

O Sobral tem um Blog criado pela Famel e Asno para mostrar que isto tudo é verdade e o Piódão não.

No Sobral pode-se ir comprar uma boa broa à mãe da Alice, no Piódão não.

No Sobral Sobral encomenda-se um queijo fresco "arreganhado" na Matilde ou no Jinjas, no Piódão não

Força Sobral e os meus parabéns ao Jorge a essa parte que apesar de alguns resistentes ainda, tem feito pressão para manutenção das casas de pedra.

Piódão? Pffff...

Mariita disse...

Gostei!
Mais umas para "correr o ferrolho", na próxima ida...se o tempo ajudar.
Pois eu acho que a Célia já faz mais que parte da equipa! Tem perspicácia e "feeling" e, se não está no Sobral pelo menos vai lá muitas vezes o que ajuda a dar-nos as noticias em primeira-mão. Obrigada Célia!

famel disse...

Para os sobralenses que estão sempre a falar mal do que se faz na nossa aldeia, coloquem os olhos no que o Rui e o Manjedoura escreveram!
Pode ser que assim passem a dar mais valor ao nosso cantinho.

Mariita a célia está sempre lá. E nada melhor do que quem está diariamente para nos ir actualizando.

Mariita disse...

Então, ficar denominada Correspondente In Loco!

E, já agora, achei a "reportagem" do Manjedoura uma maravilha, para dar a conhecer o muito que se faz no Sobral e como se pode adquirir.

Ao Rui, que venha mais vezes e traga os amigos.

Mina disse...

É muito bom que as "quelhas", as travessas, as ruelas, as ruas e escadarias do nosso Sobral, sejam reparadas, "alindando", assim a nosa urbe. Mas parece que se estão esquecendo de uma rua, que, em tempos que lá vão, era a principal da nossa "vila". Pelo menos para todos aqueles que tivessem manifestado o desejo de ficarem para sempre em terras do Sobral. Era por onde "passavam ", pela última vez. Falo, como é evidente, da rua do Barreiro.

Mina disse...

Rua Velhinha

A minha rua é tão velhinha
Que já caíu no esquecimento
Não passa por lá ninguém
Só por lá passa o vento

Eu fui à minha janela
Para ver o lindo luar
A rua estava deserta
Só ia o vento a passar

Fechei logo a janela
para o vento não entrar
Mas ele bateu-me à porta
Porque queria descansar

Mas assim que descansou
Saiu logo de repente
disse-me que logo voltava
Quando passasse mais gente!!!

escoucheda disse...

Fiquei curiosa...e os bueiros onde estão?
Ja estou imaginando uma bela chuvada e estas quelhas transformadas no barroco de carvalho!
E se a seguir vier uma daquelas noites de geadal ou codernal do negro?
Estão a imaginar comigo?!?
Passar nessas belas quelhas de lages que nem telhado, vai-nos dar direito a uma ida a urgência do CHCB!
Nem sempre aquilo que nos parece bonito é o mais indicado....

sobralfilho disse...

Manjedoura,
"O Piódão teve e tem um Almeida Santos, o Sobral não"
É provável que o Piódão tenha/ou tenha tido um Almeida Santos!

Mas, aquele nós "conhecemos" - o Almeida Santos, ex-Presidente da Assembleia da República é natural da freguesia da Cabeça (http://cabeca.no.sapo.pt/noticias.htm),concelho de Seia, onde a sua mãe dava aulas. E esta era natural da freguesia da Vide (nossa vizinha).
- Quanto ao resto do comentário também concordo, embora não tão convictamente. Visitei uma vez o Piódão e não me entusiasmou. E até lá comprei uma casinha miniatura. Quanto cheguei ao Sobral e mostrei a obra disseram-me logo: disso também se faz aqui no Sobral e mostraram-me casas muito mais jeitosas do que as que vi no Piódão.

naifas disse...

Mas quando aplicaram os paralelos de granito no chão e foi dita que uma das razões era para as pessoas não escorregarem caíram todos em cima do presidente da junta. Foi um teatro na rua da ponte.Agora é o xisto que não está bem?
Não há quem entenda os sobralenses. Ou é do cu ou é das calças, mas contentes é que eles nunca estão. A ser assim quem faz as coisas de certeza que não deve ter vontade de as fazer.

Manjedoura disse...

O amigo sobralfilho está é mais convicto que eu...
interpretações....
a mariita é a lena?

virgilio neves disse...

Das quelhas silenciosas - em xisto e ardósia - para o asfalto da avenina ruidosa, é preciso é dar vida ao n/ blog.
Mina, o vento era o 'spanhol? Ou o que nos virava e partia os guardachuvas a caminho do carvalho e carvalhal?
as lajes molhadas, mesmo escorregando como rabo de gato - há que saber caminhar por elas -contrastam bem com a paisagem.,

Mariita disse...

Às mulheres:
Aconselho é a levar calçado adequado ao piso, porque será meio caminho andado para evitar mais acidentes.

Mina:
Bela poesia mulher!

A Maria Ideias também nos tem brindando com alguma e fico muito contente por saber destes talentos.


Manjedoura:
Lena, não sou e com pena minha. Apenas Maria, aqui mariita, e já expliquei porquê noutra ocasião.

Anónimo disse...

Mina:

Lindo.
Maria Ideias

Manjedoura disse...

Sê "mariita" e continua a ajudar as tuas gentes em nome do colectivo.
todos agradecemos.
Bem hajas!

fétera disse...

Assim é que é, há que fazer da nossa aldeia uma aldeia de xista, mas não de xisto em ruínas mas de xisto novo. Parabéns à junta por fazer o que lhe compete mesmo sabendo-se que nem sempre há muitos meios para isso.

Anónimo disse...

http://achatcialisgenerique.lo.gs/ cialis achat
http://commandercialisfer.lo.gs/ prix cialis
http://prezzocialisgenericoit.net/ cialis prezzo
http://preciocialisgenericoespana.net/ cialis generico