quinta-feira, outubro 30, 2008

Sobral de São Miguel 120 anos

1888 foi o ano em que o então Sobral de Casegas passou a ser reconhecido como Sobral de São Miguel. Apesar de só alguns anos mais tarde o decreto lei referente a essa alteração ter sido promulgado, os Sobralenses sempre relembraram a primeira data como a verdadeira mudança. Em 1988 realizaram-se as celebrações do centenário na nossa aldeia, com exposições, musica e muita festa.
Hoje celebramos os 120 anos dessa alteração pela qual sabemos que os nossos antepassados tanto lutaram. São mais 20 anos de resistencia numa sociedade em constante mudança, em que muitos partiram e outros voltaram...e é com muito ânimo que aguardamos com alguma expectativa os próximos 20 anos.
Para comemorar a data eu e a Célia Silva fizemos dois slides com fotos que fomos recolhendo do blogue e outras que nos foram enviando.
Ainda bem que há pessoas que foram guardando estas fotos que hoje são autênticas reliquias. Eu aproveitei algumas das fotos antigas que o Fernando Paulo me enviou e que tanto jeito deram para fazer este contraste.







19 comentários:

Cat disse...

Quero dar os parabens..o post ta muito giro..pena n comemorarem como comemoraram à 20 anos..ja ouvi tantas histórias dessa comemoração, pena ser muito nova para me lembra...continuem...que venham mais 120....

Mariita disse...

Grande trabalho parabéns às realizadoras!

Verdinho disse...

Kero dar os parabéns pela iniciativa. Só uns reparos / correcções (ortográficas):
"1988 foi o ano em que o então Sobral de Casegas passou a ser reconhecido com Sobral de São Miguel." Deve ler-se: "1888 foi o ano(...) reconhecido COMO Sobral de São Miguel".
esta frase tb não faz muito sentido: "anos...são mais 20 anos de resistencia da...e"


Desculpem mas não podia deixar de fazer estes reparos.

De salientar ainda que, em 1988, com apenas sete aninhos, me lembro muito bem das comemorações da época, os autocolantes que davam do Sobral sobre a comemoração, o motivo que era de alegria e o meu avô me explicar o que era isso da festa da independência e o porquê.

Depois de fazerem a(s) coreccção podem apagar este comentário.

Cumprimentos!!!
Té um dia destes ;)

famel disse...

Ora essa apagar o comentário? Ainda bem que fazem reparos, é sinal que alguem lê e vê o que fazemos ehehe e assim não é tempo perdido!
E isto de fazer 1000 coisas ao mesmo tempo não é facil. Pelo menos falo por mim.
Vou alterar obrigada!

célia disse...

bem verdinho obrigado pelo comentário. na realidade ate 1888 foi quando o sobral ficou independente administrativamente de casegas pelo decreto de 25 de Outubro de 1888 publicado a 30 de Outubro do referido ano...no entanto passou a designar-se de sobral de casegas até 1970. neste ano a pedido da população Sobralense a aldeia passou a designar-se por Sobral de S. Miguel

Informações: Sobral de S. Miguel - Subsídios Histórico-Demográficos de Gabriel dos Santos

Mina disse...

Parabéns!!!!!
Aos realizadores deste bonito cartão de visita do nosso Sobral e também a todos os que fizeram e continuam a fazer obra de melhoramentos.
Como prova de gratidão a todos vós,e homenageando os 120 anos do Sobral, deixo esta canção!

Cantarei, do Barreiro onde moro
cantarei, do fundo do coração
Cantarei, à aldeia que eu adoro
Cantarei, com carinho esta canção

Ó meu rico Sobral
Que tão lindo és
Entre serras e vales
com a ribeira aos pés

Cantarei,para meus antepassados
Cantarei, com toda a emoção
Cantarei, aos pastores e rurais
Cantarei, para a nova geração

Cantarei, para a solidão dos montes
Cantarei, para os vales para a serra
Cantarei, para a ribeira e as fontes
Cantarei, para o Sobral minha terra
Cantarei...Sempre...Cantarei...

Anónimo disse...

Coisinha mai linda!

Serranita disse...

Muito giro:) Parabéns meninas, parabéns a todos!

Anónimo disse...

alguem sabe onde foi feita a foto dos pes gravados na fraga

Anónimo disse...

muito bom :) os meus parabens aos colaboradores

Fernando Pinto disse...

Muito obrigado! Que bom! Gostei deste regresso ao passado...com os olhos postos no presente!

VIRGILIO NEVES disse...

está muita giro parabens ás cabecinhas pensadoras. vivó SOBRAL

naifas disse...

Então e desde quando começamos a ser conhecidos como Sobral de Casegas?´Era interessante remontarmos o mais possivel no passado. E antes de Sobral de Casegas como se chamava o Sobral?
Gostei dos slides.

Anónimo disse...

Desde a chamada idade Média Sobral era conhecido como Soveral, palavra que intermédia entre o nome latino e o português moderno.
Nos registos dos livros paroquiais da freguesia de Casegas (iniciados em 1622), à qual pertencia, Sobral era conhecido por este nome ou Casal de Sobral da Serra (há uma outra terra com este nome). Não contabilizei mas talvez 99,5..% era tratado como Sobral, simplesmente.
Quando no reinado de D. Maria se criou religiosamente a freguesia (só muitos anos depois se criaram as freguesias civis) foi chamado simplesmente de Sobral. Quando em 1888 se criou a fregusia civil o nome continuou a ser Sobral.
Como passaria a ser Sobral de Casegas? A minha opinião não fundamentada em nenhum documento (nunca consultei o arquivo da Covilhã porque quando por lá andei estava reservado aos ratos nos sótãos da Câmara) o nome apareceu por uso popular/coloquial. Era o Sobral lá para os lados de Casegas. Nunca Cebola foi dita de Casegas!
Contribuiu para a criação do nome Sobral de Casegas dois factos: a criação da 1ª escola régia nesta parte do concelho (marquês de Pombal), onde teriam de estudar as primeiras letras os alunos desde o Ouronda até Sobral. E a orgânica militar então incorporar Sobral no recrutamento de Casegas.
Era muita dependência de Casegas.
Interessante era conhecer o documento da criação de freguesia de Casegas, lá por 1400 e tal. Sei que esse documento estava em Casegas, segundo me disse na altura o Pde. Nicolau, que o tinha cedido para estudo a um ilustre Caseguense cujo nome não nomeio.
Ignoro se o mesmo regressou às origens.
A notícia que tenho é que era um pergaminho com belíssima letra onde constava a criação da freguesia, no Fundão, então arciprestado a que pertencia Casegas e Silvares (na época a freguesia) e onde constam assinaturas de moradores (nossos antepassados).
A reforçar este facto, um outro: foi então que o Sobral foi vendido à morte do então senhor Afonso Correia.
Desculpa por me ter alongado
GSantos

Xisto disse...

Ora essa Sr.GSantos muito obrigado pelo esclarecimento!

famel disse...

Ora ainda bem que o G. Santos nos deu esta excelente palestra. Nunca se alonga, pelo contrário, sabe sempre a pouco ler o que escreve. São muitos anos de trabalho e pesquisa...
Quanto ao nome, sempre fui apologista de que a nossa terra se chamasse simplesmente "Sobral". Mas é como a questão do Hino nacional, o nome da nossa terra já está dentro de nós, acho que seria muito estranho agora mudar, apesar de que, a maior parte de nós quando fala da nossa terrinha diz simplesmente Sobral.

sobralfilho disse...

O meu bam-haja para todos:
- para as realizadoras;
- Para o prof. Gabriel Santos
- Para o Eng. Francisco Santos - um dos impulsionadores/obreiros das comemorações do I Centenário.

Mariita disse...

Muitíssimo obrigada ao ilustre prof. Gabriel Santos, por tanto que sabe e nos ensina da nossa terra. Sem o seu trabalho de investigação,estariamos sem dúvida muito mais pobres.

Acho que temos de pensar a sério na Comemoração dos 125 anos, e, tentar deixar uma "marca" pelo menos de 25 em 25, preparando "o terreno" para que, quem cá estiver, possa festejar em grande o II Centenário.
É claro que não basta boas vontades, é preciso muito trabalho, boa organização e colaboração, mas, não me digam que não somos capazes!
Penso em ti Famel, para principal "mentora" do projecto, porque tens já experiência de eventos de grande responsabilidade organizados para o Sobral, e tudo correu bem. Claro que a tua vida mudou... mas, tenho a certeza que, ainda assim, não dirás que não! Por mim, estou a teu lado "na linha da frente" para o que der e vier.
Faltam só 5 anos...
Então, vamos arregaçar as mangas? Quem alinha?

fétera disse...

Sim 125 anos é uma data muito importante.