terça-feira, abril 01, 2008

ASAE não perdoa sobralenses

Pois é o impensável aconteceu...

Foi no final da tarde de ontem que o Sobral recebeu sorrateiramente a "visita" da ASAE, com intenções de fiscalizar o controlo de mercado nas áreas de intervenção da segurança alimentar, práticas comerciais e propriedade intelectual.


A fiscalização consistiu na "rusga" de agentes da"Autoridade de Segurança Alimentar e Económica" do Centro aos principais locais de produção de bens alimentares na nossa aldeia, como por exemplo os fornos comunitários e moinhos. Foram também visitados alguns pequenos agricultores e pastores, que foram questionados em relação ao destino final dos bens produzidos.

Desculpem o aparte, mas não consigo imaginar as respostadas que estes agentes devem ter ouvido dos nossos sobralenses, ao serem inquiridos do destino das couves, dos nabos, das tomátegas...
"Ora quer saber se fui levar isso tudo ao mercado? Não meu senhor, a esta hora já está tudo num tacho em Lisboa para fazer uma sopa para o jantar do meus netos"

Ao contrário do que tem sido habitual em outros locais do país, os agentes não estavam encapuçados e falaram calmamente com algumas das pessoas que se encontravam no locais fiscalizados.


Contudo a "Ti Maria" que estava a cozer o pão no Forno da Junta, não foi poupada ao desconcertante discurso dos agentes, acerca das questões de higiene e segurança alimentar e não se aguentou sem pegar na ferra do pão e expulsar à paulada os agentes, que nem uma "Padeira de Aljubarrota" salvadora das broas quentinhas e das picas de bacalhau.


A gota de água desta rusga, foi a entrada de soslaio de alguns agentes na casa de uma avó, que estava em frente do lume, a contar a lenda da "Ursa da Cabrieira" ao neto antes de este ir dormir e sonhar que era o herói desta história!
Depois das nossa velhinha ternimar de contar a lenda, foi severamente multada por tranmissão indevida da propriedade intelectual, visto no final não ter referido os direitos de autor da referida lenda...
Depois de toda esta confusão a "visita amigável" da ASAE terminou da melhor maneira, na adega desta avó que ofereceu uns bons copos de vinho aos agentes que depressa se esqueceram das multas.

Nos restaurantes estava tudo conforme. A rusga terminou apenas com a obrigação das refeições serem servidas em pratos e talheres de plásticos... Dá para acreditar???!!!! Enfim...esta ASAE....

Certo, certo é que nem o Sobral escapou (como diz Mendes Bota) à "PIDE" dos nossos dias.

Esperemos que esta visita da ASAE não faça grande mossa, porque eu espero durante muitos anos continuar a comer broinha, queijinho e outras iguarias do nosso Sobralinho!

5 comentários:

Mariita disse...

Esta muito bem pensado!
Se não fosse o dia 1 de Abril até eu acreditava!

Naifas disse...

As minhas fonte já me confirmaram que a ASAE esteve no Sobral e só conseguiram tirá-los de lá quando soltaram os cães do Zé Gripe!

Serranita disse...

ah ah ah! Tu não dês idéias, famel!;)

NùCù disse...

Bem scocheda aista olhadaila deisses animais da cidade limpeiza limpeiza limpeiza ai so porcos so comeim coisas que veem drento de plasticos

Anónimo disse...

kakakakakakakaka Famel grande imaginação asae a xibar os pastores lol